Uma ajudinha na gramática é sempre bem vinda

O curso é voltado para concursos públicos e é composto de gramática, redação e interpretação de texto; além disso, o curso vem com questões comentadas.

Curso de gramática completo do básico ao avançado.

Você terá acesso à aulas teóricas e a questões comentadas separadas por assunto.

E ainda ganhará uma Gramática Simplificada para complementar seus estudos.

Conhecendo um pouco do português

Não se utiliza Pontuação

SUJEITO + VERBO

O aluno de português falou

VERBO + COMPLEMENTOS (OD ou OI)
SUBSTANTIVO + COMPLEMENTO NOMINAL
NOME + COMPLEMENTO NOMINAL

 Pontuação obrigatória

ORAÇÕES ADVERBIAIS DESLOCADAS

Quando cheguei, ele falou tudo.

Apresentam verbo em sua estrutura.

ORAÇÕES COORDENADAS
ORAÇÕES ADJETIVAS EXPLICATIVAS
ORAÇÕES REDUZIDAS DESLOCADAS
VOCATIVOS
APOSTO
TERMOS DA MESMA FUNÇÃO SINTÁTICA
CONJUNÇÕES ADVERSATIVAS
CONJUNÇÕES DESLOCADAS
CONJUNÇÕES CONCLUSIVAS
TERMOS PLEONÁSTICOS
PREDICATIVO ANTES DO VERBO
DATAS E ENDEREÇOS

Com conjunção "E"

Deus criou céu, e terra, e animais, e mar...

Maria trabalha, e os filhos ficam em casa.

Trabalhei para ele, e não recebi o salário.

O uso da crase

Regência verbal

CHEGAR
IR

V.I = À - AO (ADJ. ADVERBIAL)

  1. Ele foi ao colégio.
  2. Chegaram à loja cedo.
  3. Iremos ao evento.

AGRADAR

CARINHO = A/O(OD)

SATISFAÇÃO = À / AO / (OI)

  1. O pai agradou o filho.
  2. O livro agradou ao filho.

PAGAR
PERDOAR

PESSOAS = À / O (OI)

COISAS = A / O (OD)

  1. Pagou ao homem o salário.
  2. Perdoou ao professor a conta.
  3. Pagou ao professor ontem.

ESQUECER
LEMBRAR

ALGO (OD)

SE, ME, NOS + DE - DO - DA

  1. Ele esqueceu o livro.
  2. Ele esqueceu-se do livro.
  3. Ele se lembrou do livro.

Níveis de linguagem

É quando o texto obedece aos padrões gramaticais.

É utilizada na comunicação cotidiana, evidencia o aspecto mais simples da língua.

É a linguagem peculiar oriunda de um determinado grupo (social ou profissional) que, por ser expressiva, normalmente passa a ser utilizada pela comunidade em geral.

Há dois tipos de gíria: o de domínio técnico (jargão profissional) e o de domínio popular (social).

São exemplos: fumo, ralé, legal, perua, brega, cafona...

É a linguagem praticada por pessoas que exercem a mesma atividade.

Por exemplo: atores, jornalistas, bandidos, prostitutas...

O dialeto ou regionalismo é a forma que cada região emprega certas palavras e expressões.

Há, no Brasil, por exemplo, falares amazônico, nordestino, baiano, fluminense, mineiro, paulista, etc...

São palavras estrangeiras presentes na língua portuguesa:

deletar, clicar, plugar, abajur, garagem, toalete,delivery, on sale, bookstore...

Rolar para cima